Master Brand

Sete alimentos que seu gato não deve comer

Compartilhar
Intro Text
Os gatos não deveriam capturar, matar e comer carne crua? Eles não amam leite, queijo e mingau? Infelizmente, alguns alimentos "humanos" comuns podem causar desconforto gastrointestinal em gatos - ou podem desencadear uma variedade de outros problemas de saúde. Saiba mais sobre os alimentos que você não deve dar ao seu gato.
Content
Image
Gato laranja comendo dentro de seu pote

Nossos gatos são membros da família, nossos companheiros e confidentes. E, como cuidadores, é natural querer mimá-los. Todavia, alguns alimentos e guloseimas podem representar sérios riscos à saúde deles. Veja aqui sete alimentos que você deve evitar dar ao seu gato.

1. Leite, queijo e outros produtos lácteos

Muitos de nós crescemos com a imagem de gatinhos bebendo leite ou mingau em desenhos animados ou livros ilustrados. Mas, na realidade, gatos e laticínios não se misturam. A maioria dos gatos é naturalmente intolerante à lactose, o que significa que o leite de vaca e seus derivados - como queijo ou mingau - podem perturbar o estômago, causando vômitos e diarreia.

E os filhotes? A mesma regra se aplica: o leite de vaca e seus derivados devem ser evitados. Para gatos que são jovens demais para comer alimentos sólidos e que não têm uma fonte de leite da mãe, os veterinários recomendam o leite em pó em fórmula que é específico para gatinhos, que fornece nutrientes essenciais para o crescimento e é benéfico para o organismo.

2. Chocolate

Embora a maioria das pessoas ache o chocolate delicioso, este alimento à base de cacau contém dois ingredientes que são tóxicos para os gatos: teobromina e cafeína. O chocolate ao leite e o amargo podem causar vários sintomas perigosos, incluindo:

  • vômito
  • diarreia
  • aumento da temperatura corporal
  • respiração ou frequência cardíaca rápida
  • convulsões

Nos casos de alta exposição à teobromina e cafeína, os gatos também podem sofrer de insuficiência cardíaca, fraqueza ou coma.

3. Ovos, carne ou peixe cru

Se seu gato adora caçar, você pode pensar que é seguro alimentá-los com ovos, carne ou peixe cru - afinal, o que poderia ser mais natural do que cru? No entanto, esses alimentos crus podem conter bactérias perigosas, como E. coli e salmonela, que podem causar diarreia, vômitos e letargia em gatos. Expor seu gato a esses patógenos pode até ser fatal.

Claras de ovos cruas também contêm uma proteína chamada avidina. Se consumida, a avidina pode impedir seu gato de absorver adequadamente a vitamina B7 (também conhecida como Biotina), aumentando as chances de problemas de pele e pelagem opaca.

4. Ração para cachorro

Se você também tem um cachorro, é provável que o seu gato prove a comida dele de vez em quando. Mas, embora uma prova ocasional provavelmente não prejudique seu gato, uma dieta constante com ração para cachorro em vez de ração para gato pode causar desnutrição. Os gatos precisam de vitamina A, taurina e ácido araquidônico - nutrientes essenciais que não são fornecidos na ração para cachorro.

Se o seu gato comer apenas ração para cachorro, corre o risco de desenvolver várias condições:

  • Falta de vitamina A pode causar problemas de pele, pelagem opaca, degeneração muscular ou cegueira noturna.
  • Deficiência de taurina pode causar degradação da visão, doenças cardíacas, doenças no pelo ou pele e letargia.
  • Falta de ácido araquidônico pode causar problemas no fígado e nos rins.

5. Pão e fermento

Os gatos podem comer pão com segurança de vez em quando, mas observe que o pão não contém valor nutricional para ele (praticamente não possui gordura ou proteína); portanto, não deve substituir sua dieta normal de comida de gato.

A levedura e a massa de pão crua não são seguras para os gatos - depois de consumidas, a massa pode causar problemas digestivos perigosos.

6. Atum

Que gato não gosta de atum? Este peixe pode servir como um petisco ocasional para o seu gato, mas você deve evitar alimentá-lo com uma dieta rica em atum. O atum carece de vários nutrientes que os gatos precisam para se manter saudáveis, ​​e o excesso de atum pode levar ao envenenamento por mercúrio. E, como observado acima, você nunca deve dar atum cru ao seu gato.

7. Cebola e alho

Cebola, alho e outros membros da família allium, como cebolinha e alho-poró, podem causar anemia em gatos. Seja cru, cozido, em pó ou desidratado, alho e cebola podem danificar os glóbulos vermelhos do gato e também causar náusea, dor abdominal, vômito e diarreia.

Lembre-se de que gato é uma criatura curiosa e adora investigar alimentos deixados em bancadas ou pias. Se o seu gato puder pular facilmente sobre uma mesa ou balcão, mantenha alimentos perigosos ou tóxicos fora do alcance – em locais com portas fechadas ou em um armário alto.

Palavras-chave
Compartilhar