Master Brand

Como cuidar de gatos: seis dicas para donos novos e experientes

Compartilhar
Intro Text
Descubra seis maneiras fáceis de melhorar a felicidade e o bem-estar do seu gato.

Nem sempre é fácil saber se seu gato está feliz. Eles podem mostrar seu amor ronronando e se esfregando em você, mas alguns gatos são mais distantes do que outros, e pode ser difícil decifrar suas vocalizações e comportamentos.

Seja você um novo tutor ou um dono experiente, existem várias coisas fáceis que você pode fazer para ajudar a manter seu gato feliz e saudável.
Content
Image
Gato cinza feliz sendo acariciado debaixo do queixo

1. Crie locais ideais para um cochilo

Os gatos adoram cochilar durante o dia, então por que não tornar a vida do seu gato mais confortável, criando lugares perfeitos para ele tirar uma soneca? Aqui vão algumas ideias:

  • Coloque uma almofada ou instale um poleiro acolchoado perto de uma janela bem ensolarada para criar um espaço para as “sonecas” diurnas do seu gato.
  • Se você tem quintal ou jardim, pense onde seu gato pode querer dormir do lado de fora – de preferência em algum lugar seco e protegido, com um pouco de sombra, como debaixo de um toldo.
  • Compre uma árvore de gato para dar ao seu gato um lugar para escalar, sentar ou tirar uma soneca. Os gatos são alpinistas naturais e se sentem seguros no alto, de onde podem olhar para baixo para inspecionar seus domínios ou dormir sem interrupções.

2. Mime seu gato com brinquedos

Os gatos gostam de brincar, e oferecer uma grande variedade de brinquedos estimulará seus instintos e sua curiosidade naturais. As opções são inúmeras: brinquedos para perseguir, brinquedos para atacar, brinquedos interativos e muito mais. Você também pode comprar ponteiras a laser especiais que dão aos gatos um ponto de luz para perseguir (lembre-se de nunca apontar o raio laser diretamente nos olhos). 

Você também pode facilmente fazer brinquedos caseiros. Uma simples bola manterá a maioria dos gatos entretidos por muito tempo, dando a eles algo para bater e atacar como se fosse um rato. Seu gato também gostará de brincar com um barbante ou uma fita amarrada a um graveto ou maçaneta – mas certifique-se de que o barbante esteja seguro para evitar estrangulamento ou asfixia.

3. Dê ao seu gato um espaço só dele

Como você já deve ter percebido, os gatos são criaturas bastante independentes. Eles gostam de ter seu próprio espaço para dormir e atender às suas necessidades básicas. 

Crie uma área especial na sua casa com uma caminha, um arranhador e uma caixa de areia para o seu gato. Mas mantenha a comida e a água em outro local – os gatos preferem não comer onde fazem as necessidades. Coloque a caixa de areia em uma parte bem iluminada e silenciosa da casa para incentivar seu gato a usá-la.

4. Aprenda como e onde seu gato gosta de ser acariciado

Embora não haja a menor dúvida de que os gatos são criaturas independentes, eles podem, sim, desejar afeto, e a maioria gosta de carinhos e cafunés. Mas você precisa acariciá-los da maneira certa!

Gatos gostam quando seu pelo é acariciado da cabeça ao rabo, não na direção contrária. Seu gato provavelmente também gostará de ganhar cafuné atrás das orelhas e debaixo do queixo, mas fique longe do rabo e das patas.

Se uma criança quiser acariciar seu gato, supervisione – não deixe seu gato atacá-la por ser acariciado da maneira errada, nem deixe ela puxar o rabo dele!

5. Crie uma rotina e mantenha o espaço do seu gato limpo

A maioria dos gatos prefere uma rotina estável. Portanto, os horários das refeições devem ser regulares e estruturados (por exemplo, café da manhã, almoço e janta no mesmo horário todos os dias, ou só café da manhã e janta, se seu gato preferir comer duas vezes por dia). Se o seu horário de trabalho é irregular, considere usar um alimentador automático. Se você deixar a comida de fora o dia todo, o gato vai comê-la com o maior prazer; portanto, evite isso ou seu gato ficará muito gordo! 

Limpar o espaço do seu gato é tão importante quanto criá-lo. Troque frequentemente a areia ou granulado higiênico do seu gato, diariamente ou pelo menos a cada dois dias (e se você tiver mais de um gato, tenha sempre uma caixa de areia por gato, mais uma extra).

Os gatos preferem espaços limpos; portanto, se você limpar regularmente o local de alimentação, a caixa de areia e a caminha dele, seu gato ficará muito mais feliz. 

6. Mantenha-o a salvo de parasitas

Sem dúvida, você já ouviu falar sobre o risco de parasitas indesejados, como pulgas e carrapatos, no pelo do seu gato. Isso pode causar desconforto e doenças em humanos e no seu pet – mesmo em gatos que não saem de casa! Portanto, é essencial cortar isso pela raiz através do tratamento de rotina. 

Os parasitas aos quais seu gato está mais exposto dependem de vários fatores; peça ao seu veterinário que decida quais métodos preventivos e medicamentos você deve usar. Depois de criar um programa de prevenção, defina lembretes (no celular ou na agenda) para não se esquecer de dar a medicação ao seu gato ou ir ao veterinário. Um regime de prevenção ajudará você a lidar com infestações antes que elas possam causar danos.

O seu gato nem sempre mostra seu apreço por você, mas esses passos simples vão ajudar a mantê-lo ronronando e feliz por toda a vida.

Palavras-chave
Compartilhar