Master Brand

Seis maneiras possíveis de seu cão contrair vermes

Compartilhar
Intro Text
O verme do coração e parasitas intestinais, como lombrigas, ancilostomas e cestodas, estão muitas vezes escondidos bem debaixo do nosso nariz. Saiba como seu cão pode entrar em contato com eles.
Content
Image
Cachorro marrom triste deitado sobre suas patas apresentando sinais de ter contraído vermes

1. Comendo os ovos do verme ou suas larvas

Muitos parasitas vivem na grama e na terra fora da sua casa, e alguns parasitas, como os ancilostomas ou as lombrigas, podem sobreviver ali, o que facilita que seu cão pegue esses parasitas quando sair para cheirar, explorar ou brincar com seus brinquedinhos. Por exemplo, os ovos da lombriga podem passar para o solo por meio das fezes de um animal infectado e ficar no ambiente por um ano ou mais, e seu cão pode acidentalmente ingerir esses ovos, o que pode levar a uma infecção parasítica.

2. Comportamento de caça 

Se seu cão gosta de caçar, é possível que ele pegue vermes de roedores, pássaros, ovelhas e outros animais infectados. Fique de olho nos lugares que seu cão frequenta e evite que ele tenha contato com animais mortos.

3. Lambidas 

Os cães também podem contrair vermes ao se lamber. Os ovos das lombrigas podem se afixar no pelo do cão e, caso ele ingira os ovos ao se lamber, uma nova infecção por lombrigas pode se desenvolver.

4. Pulgas

Ingerir pulgas na hora de se lamber também pode levar a infestações de Vermes. As pulgas podem carregar larvas de vermes que, ao serem engolidas, se desenvolvem para formar vermes adultos no intestino do cão. Siga um um  programa de prevenção de pulgas regularmente para reduzir a possibilidade de ter um parasita ou, ainda pior, uma infestação de pulgas no seu cão ou lar.

5. De mãe para cachorro

Vermes podem ser transmitidas a partir de uma mãe infectada para seus filhotes ainda não nascidos por meio da placenta. Um cão infectado também pode transmitir vermes para seus filhotes durante os primeiros dias. Isso significa que filhotes que estão amamentando correm risco constante de ser expostos a esses parasitas.

Infestações de vermes podem ser extremamente sérias em filhotes menores e, em casos mais graves, podem até ser fatais. É por isso que tratamentos frequentes contra vermes para cães de todas as idades são muito importantes. Se você adotou um cão recentemente, consulte seu Médico Veterinário para saber quando começar a administrar um tratamento com vermífugo para seu filhote.

Image
Cadela golden retriever amamentando seus filhotes

6. Mosquitos

Diferentemente dos vermes intestinais mencionados acima, o verme do coração é transmitido ao cão por meio de picadas de mosquitos. O verme do coração pode causar nos cães uma série de problemas de saúde graves, incluindo tosse persistente, fadiga após exercícios, desmaios, perda de apetite e perda de peso. Em alguns casos, pode até causar morte. Saiba mais sobre como proteger seu cão contra o verme do coração.

Como você pode ver, os vermes estão presentes no ambiente do cão diariamente. É fundamental garantir que você administre um tratamento com vermífugo regularmente. Um tratamento como Drontal®  protege seu cão contra uma grande variedade de vermes intestinais, e Advocate® protege, contra os vermes mais comuns, pulgas e o verme do coração.

Palavras-chave
Compartilhar