Master Brand

Como proteger seu cão contra vermes

Compartilhar
Intro Text
Prevenir é melhor do que remediar, especialmente quando se trata de vermes. Há diversas maneiras diferentes de evitar que seu filhote pegue vermes, desde manter sua área de convívio limpa até a administração regular de vermífugos.

Mas uma hora ou outra, seu cão vai acabar sendo infectado por vermes. Faz parte de ter um bicho de estimação e, felizmente, é relativamente fácil de tratar. No entanto, antes de chegar a esse estágio, há várias medidas preventivas que você pode tomar. Veja aqui alguns dos métodos de prevenção contra vermes mais comuns que você pode usar.
Content
Image
Cachorro com focinho na grama enquanto dono aplica métodos de prevenção contra vermes

O que são vermes?

Vermes são parasitas que infectam seu pet e fazem com que ele fique doente, cansado e desconfortável – além disso, podem transmitir algumas doenças graves. Há diversos tipos de vermes – cestódeos, tênias e ancilostomas. Uma vez infectado, seu cão pode manifestar desde diarreia, vômitos, irritação, redução de crescimento e até anemia, com alguns desses sintomas se agravando consideravelmente se não tratados.

Felizmente, há diversos métodos que você pode usar para ajudar seu melhor amigo e evitar que ele seja infectado por vermes:

Vermífugos mais comuns em tablete

Uma ótima maneira de combater os vermes é pela administração de um vermífugo em tablete, como Drontal, que está disponível em formulação líquida para filhotes, ou em tabletes sabor carne que podem ser dados a cães a partir de 2 semanas, e combate todos os tipos de vermes intestinais. Para proteção contra vermes intestinais, é geralmente recomendado que os filhotes sejam tratados a cada 15 dias até as 12 semanas de vida e, a partir de então, uma vez por mês até completarem 6 meses de vida. Depois disso, uma vez a cada 3 meses ao longo da vida.

Tratamentos específicos para pulgas

Fáceis de usar e eficazes, tratamentos tópicos como Advantage, Advantage Max3 ou Advocate que podem proteger seu cão contra as pulgas que muitas vezes transmitem um tipo de verme intestinal – o Dipylidium caninum,– e são uma boa maneira de evitar o problema antes que ele se manifeste.

Cuide do bem-estar geral do cão

Além de usar um tratamento vermífugo de forma regular, é importante manter a área em que seu cão dorme e vive sempre limpa. A maioria dos cães contrai vermes ao ingerir os ovos dos vermes em terra contaminada ou de outros pets. Então, quanto menos contato eles tiverem com sujeira, menor a chance de ingestão enquanto se lambem. Remover as fezes do seu cão regularmente e manter o ambiente em que ele vive sempre higienizado, também minimiza o risco de infecções.

Saiba mais sobre tabletes vermífugos para seu cão  aqui.

Palavras-chave
Compartilhar