Master Brand

Como detectar carrapatos no seu gato

Compartilhar
Intro Text
Os carrapatos são parasitas que sugam o sangue do seu gato e, quando se fixam à pele do animal, fazem de tudo para não se soltar mais. Eles se soltam após terem se alimentado, mas isso pode levar dias. Sabem se esconder bem, especialmente em gatos com pelos mais longos, e podem ser difíceis de encontrar, então leia aqui para descobrir como lidar com eles.
Content
Image
gato

Identificando o carrapato

Os carrapatos costumam ser pequenos quando ainda não se alimentaram (alguns não são maiores do que um ponto), mas crescem cerca de um centímetro depois de se alimentar no seu pet.

Parte da família dos aracnídeos, os carrapatos não gostam de umidade e buscam por locais altos, como frestas, buracos nas paredes, atrás de quadros ou dentro do interior de móveis. Eles saem desses locais para se alimentar e é nesse momento que se fixam nos animais – e aos humanos

Quando isso ocorre, é hora da refeição. O carrapato insere as partes de sua boca dentro da pele e fica lá, crescendo cada vez mais até terminar de se alimentar, que muitas vezes leva vários dias.

A perda de sangue em animais jovens ou mais velhos em infestações por carrapatos, pode ser significativa e levar à anemia.

Os carrapatos também podem transmitir doenças. Os cães correm mais riscos de contrair essas doenças do que os gatos mas lembre-se de que carrapatos também podem transmitir doenças para você e sua família, então proteger seus pets é uma forma de proteger a si mesmo.

Por esse motivo, é importante verificar o pelo do seu gato procurando carrapatos regularmente, especialmente se ele esteve fora de casa em áreas que costumam ter carrapatos.

  • Passe os dedos ao longo dos pelos do seu gato. Os carrapatos, especialmente os bem alimentados, parecem com pequenos inchaços na superfície da pele.
  • Verifique o pescoço, cabeça, orelhas e patas com mais atenção. Os carrapatos podem também se esconder em meio a pelos mais compridos, mas preferem se alimentar em áreas em que estejam mais próximos à pele.

Fique de olho em quaisquer inchaços pequenos e redondos. Eles não são tão difíceis de encontrar quanto as pulgas e costumam ser do tamanho de um grão de arroz, mas podem ser um pouco menor ou maior. Geralmente, quando detectamos o carrapato, ele já está fixado ao animal e se alimentando, mas às vezes é possível encontrar um carrapato ainda não alimentado se locomovendo pela superfície dos pelos do seu pet, procurando por um lugar para começar a se alimentar. Os carrapatos que ainda não se alimentaram são marrons com uma área marrom mais escura ao redor da boca, enquanto os carrapatos já alimentados costumam ser redondos e de coloração acinzentada.

As pessoas podem confundir um inchaço ou pinta na pele do pet com um carrapato – se você olhar atentamente, perceberá que o carrapato tem pequenas pernas, o que ajuda a identificar. Se você não tem certeza ou está preocupado com seu pet, então pode ser uma boa ideia levá-lo para uma consulta ao Médico Veterinário.

Se você encontrar um carrapato no seu gato, não entre em pânico, e não tente arrancá-lo. Não há necessidade de fazer com que seu pet passe por estresse desnecessário, e a última coisa que você quer é tentar arrancar o parasita à força e fazer com que ele se rompa enquanto se alimenta,

Leia nosso guia de como remover um carrapato do seu gato e tome as medidas necessárias para manter todos seus pets protegidos contra carrapatos com um produto adequado. Fale com o Médico Veterinário para mais informações.

Você sabia…

Os carrapatos são aracnídeos. Isso significa que são próximos das aranhas e escorpiões, caso precise de mais um motivo para não gostar deles.

Para saber quais opções você tem para ajudar a proteger seu gato contra pulgas e carrapatos, clique aqui.

Palavras-chave
Compartilhar