Master Brand

Guia de adestramento do filhote: as primeiras semanas

Compartilhar
Intro Text
Adestrar um filhote pode dar muito trabalho, mas tomar os passos corretos para educá-lo a fazer xixi no lugar certo, a passear com a coleira e socializar com os outros pode ajudar você a preparar seu pet para o sucesso.
Content
Image
Labrador preto sentado olhando para seu dono durante uma caminhada

Um novo filhote é algo empolgante para todos, incluindo o filhote em si. É um complemento incrível para sua casa e família, mas, como com qualquer animal jovem, eles precisam aprender algumas regras básicas.

Comece a educar seu filhote desde cedo

Ensinar seu cão a fazer xixi e cocô no lugar certo, a obedecer e a socializar – todas são habilidades que qualquer cão deve ter, e quanto mais cedo você começar a ensinar o seu, melhor. Ensinar cada habilidade requer consistência, paciência e reforços positivos para criar bons hábitos e criar um vínculo com seu pet.

Ensinar seu cãozinho a fazer as necessidades no lugar certo

Essa deve ser a primeira coisa que você ensina a seu novo filhote. Você pode introduzir conceitos básicos a partir de oito semanas, mas não espere ou exija sucesso imediato. Geralmente leva de quatro a seis meses para que um cão seja completamente treinado nesse quesito e acidentes são comuns até 12 meses, então é importante ter paciência com seu amigo.

Fazendo as necessidades – dia e noite

Pode ser útil dividir a forma como o cão é treinado durante o dia e à noite.

Durante o dia, um filhote de oito semanas provavelmente precisará fazer xixi pelo menos uma vez a cada hora e fazer cocô logo após cada refeição. Leve-o para passear frequentemente durante o dia para que eles adquiram o hábito e ajustem seu relógio biológico, o que ajudará a treiná-los.

Veja um exemplo de um cronograma típico para isso:

  • De manhã ao acordar
  • Depois de cada refeição
  • Após o filhote beber água
  • Uma vez a cada hora
  • Uma vez antes de dormir

Mantenha a área das necessidades do cão sem brinquedos ou distrações. Não brinque com ele até que ele tenha se aliviado – depois disso, você pode comemorar com ele. Lembre-se que as fezes do cachorro são uma fonte comum de parasitas e doenças, então devem ser recolhidas sempre que seu cão as fizer e bem amarradas dentro de um saquinho de lixo.

Se seu cãozinho não urinar ou defecar quando vocês forem passear, então leve-o ao local em que ele dorme (cães não gostam de sujar suas camas), e depois tente novamente depois de alguns minutos.

Dica útil: solte um assobio baixo e longo toda vez que o cãozinho urinar – eles logo associarão esse som com um comando e pronto, você terá treinado seu cão a urinar quando você assobiar, o que é muito útil na hora de dormir ou quando forem viajar de carro.

A meta é evitar acidentes, tanto quanto possível, mesmo em uma idade tão jovem. À medida que seu cão cresce, ele precisará se aliviar menos vezes ao longo do dia.

Um filhote pode normalmente ficar sem ir ao “banheiro” durante mais tempo à noite em comparação com o dia. Quando tem oito semanas de vida, um filhote deve ser capaz de esperar de quatro a cinco horas entre um xixi e outro, e isso se estende para cinco a seis horas quando tiver 12 semanas. Aos quatro meses, o cão deve ser capaz de dormir a noite toda sem ter que sair.

É útil usar uma gaiola ou casinha para ajudar no treinamento à noite, mantendo a caminha do filhote em um lugar separado da gaiola. Dê a última refeição do dia algumas horas antes do jantar. Para evitar acidentes durante a noite, não deixe seu cão ir dormir antes de ter feito xixi e cocô.

Finalmente, nunca dê broncas no cão se acontecer um acidente. Fazer isso ensinará ao cão que fazer xixi ou cocô são coisas erradas, e ele pode ficar com medo de se aliviar mesmo nas áreas externas.

Socializar seu filhote

Há algumas coisas com as quais seu cãozinho não terá se acostumado, como crianças, barulho e outros animais. Socializar seu cãozinho cedo pode ajudar no convívio ao ambiente humano. Filhotes bem socializados têm menos chances de desenvolver problemas de comportamento, e uma socialização adequada pode ajudar a inibir medos e fobias no futuro. Nunca, nunca ache que é engraçado correr atrás deles com um aspirador de pó.

Você deve apresentar seu cãozinho ao maior número de pessoas e situações sociais diferentes quanto possível. Exponha-os lentamente ao barulho do trânsito e de grupos maiores de pessoas, e permita que seu cão veja objetos grandes se movimentando ou caindo.

Antes de socializar seu cãozinho com outros animais, talvez em aulas de adestramento, certifique-se de que suas vacinas estejam em dia e que eles tenham sido tratados contra parasitas (especialmente pulgas, carrapatos e vermes). Mantenha uma distância segura entre seu cão e outros cães e não force um contato entre eles. Seja qual for a situação, sempre recompense seu cão quando ele se mantiver calmo.

Treinar seu cão a andar corretamente com a coleira

Todo cão precisa aprender a andar corretamente com a coleira, seja para sua própria segurança ou por motivos legais. Mas muitos filhotes vão ficar lutando contra a coleira, o que torna difícil o passeio para ambos. Para que se acostumem a andar com a coleira, comece em uma área fechada e fixe a guia à coleira. Mas, em vez de segurá-la, deixe que o cão corra pelo local arrastando a guia.

Quando o cão estiver confortável com isso, pegue a guia e dê alguns biscoitinhos enquanto você a segura. Se seu cão puxar a coleira, solta a guia e tente novamente em 5 a 10 minutos. Eventualmente, depois de um pouco de prática, seu filhote estará acostumado com a coleira e você poderá ensiná-lo a andar sem puxar a guia.

Esse tipo de passeio dá ao cãozinho a liberdade de explorar enquanto você o treina a não puxar a guia. Quando o cão tiver se acostumado a andar sem puxar a guia, tente deixá-lo experimentar andar sobre diferentes terrenos, como grama, cascalho, madeira etc.

Ensinar seu cão a andar do seu lado

Agora que o filhote está acostumado a andar sem puxar a coleira, ele pode aprender a andar do seu lado. Andar “perto” é um importante comando para os filhotes aprenderem à medida que progridem com seu treinamento com a coleira, mas é um processo que pode levar tempo.

Comece com uma guia curta, com folga de apenas uns 5cm – mais que isso permitirá que seu cão se aventure à sua frente, que é o que queremos evitar. Sempre tenha seu cão do mesmo lado do seu corpo para evitar confusão. Comece andando com seu filhote. Se a guia está folgada e ele não está a puxando, marque esse comportamento dizendo “muito bem” e “perto”.

Imagine que você é um pai segurando a mão do seu filho pequeno e andando em uma área com muita gente. Você precisa ter calma e ser firme, sem permitir que seu filho tome o controle da situação e puxe você aonde ele quer ir. Quando você tiver chegado a uma área em que seu cão pode ter mais liberdade, deixe que ele saiba disso dizendo “vai”.

Treinar seu filhote é muito divertido e muito recompensador para vocês dois, é só dedicar tempo e paciência suficientes que será uma experiência incrível para lembrar por toda a vida.

Palavras-chave
Compartilhar