Master Brand

Cinco dicas sobre a socialização adequada e o treinamento comportamental para filhotes de cachorro

Compartilhar
Intro Text
Trazer um filhote para casa pode ser emocionante, mas ajudá-lo a se instalar pode ser difícil para todos os envolvidos. Tomar algumas medidas para ambientar seu filhote pode facilitar a obediência básica e criar um caminho positivo para treinamentos futuros de comportamento e socialização.
Content
Image
Filhote de cachorro dormindo

1. Apresente seu filhote à nova casa

O primeiro dia com seu novo filhote pode ser muito cansativo para sua família e para o filhote. Vá com calma e faça as apresentações necessárias com seu novo filhote para gerar laços positivos em casa. O treinamento do filhote, que deve começar no primeiro dia, ajudará os dois a se entenderem melhor.

Siga as etapas abaixo durante o primeiro dia para ajudar seu filhote a se sentir confortável em seu novo ambiente:

  1. Apresente seu filhote aos membros da família;
  2. Apresente-o a cama na qual ele dormirá;
  3. Mostre o espaço ao ar livre ou a área onde você espera que o filhote faça suas necessidades;
  4. Dê tempo suficiente ao seu filhote para explorar seu novo ambiente enquanto você o supervisiona;
  5. Comece a chamar o filhote pelo nome para que ele se acostume a prestar atenção quando você chamar o nome dele.

2. Ajude-o a se instalar na primeira noite

A primeira noite pode ser assustadora para o seu filhote, mas tomar medidas para criar um ambiente seguro e aconchegante pode ajudá-lo a se instalar. Deixe uma luz fraca acesa e deixe o rádio tocando ou uma tv ligada para ajudar a distrair. . Coloque alguns brinquedos e uma camiseta usada no canil ou caminha para criar um lugar quente, aconchegante e seguro, com cheiros familiares.

Lembre-se: Está sendo um grande dia para vocês dois. É normal que ele chore para pedir atenção nas primeiras noites. Resista à tentação de confortar imediatamente seu filhote quando o ouvir chorar. Embora seja natural que os filhotes chorem em um novo ambiente, só atenda quando o choro parar, para que eles saibam que você não está longe. Dessa forma, você não está formando uma conexão direta entre chorar e receber atenção imediata. Em vez disso, só recompense os bons comportamentos, para que seu filhote aprenda que ficar quieto chama sua atenção.

O uso de feromônios para cães pode ajudar alguns filhotes a se adaptarem rapidamente a novos ambientes. Para mais orientações, consulte o veterinário.

3. Comece imediatamente a ensiná-lo a fazer as necessidades no lugar certo

O bom comportamento depende de um bom programa de adestramento, o que significa que os filhotes devem ser treinados o mais cedo possível a fazer suas necessidades no lugar certo. Os filhotes devem sair para fazer suas necessidades depois de:

  • Dormir
  • Comer
  • Beber
  • Brincar
  • Quando estiverem muito animados

Após qualquer um desses eventos, leve-os para fora (ou, se você mora em apartamento, para o tapete higiênico ou sanitário canino) para que ele aprenda aonde ir.

Recompense o bom comportamento com reforço positivo: palavras de incentivo, cafunés e petiscos, mas nunca castigue o que você não vê. Simplesmente limpe, não diga nada e não esfregue o nariz do seu filhote no cocô nem bata neles; isso não ajuda no adestramento. Gritar só faz com que o cachorro passe a evitar e ter medo de você.

4. Socialize o seu filhote

Socializar o seu filhote o mais rápido possível irá ajudá-lo a se adaptar ao ambiente humano. A socialização é um passo importante para garantir que o seu cachorro interaja adequadamente com outros seres humanos, cães e novas situações.

Socializar adequadamente seu filhote pode ser complicado, mas as dicas a seguir podem ajudá-lo a começar bem:

  1. Seu tom de voz, linguagem corporal e níveis de estresse afetam a reação do animal. Portanto, sempre dê um bom exemplo e mantenha-se calmo. Gritar não é recomendado e ele tende a entender melhor e respeitar os comandos se você falar sempre com um tom de voz firme e decidido;
  2. Introduza novas experiências – como crianças, carrinhos de compras e cortadores de grama – cedo, para que seu cachorro não tenha medo delas mais tarde;
  3. Conhecer outros animais de estimação pode ser estressante, mas ajuda muito na socialização; portanto, permita que eles se observem a uma distância segura, e nunca force animais a ficarem juntos. Fique por perto e tente promover uma aproximação tranquila e feliz para que ele associe esse evento a uma experiência positiva. Cães que aprendem a conviver com pessoas e outros animais se tornam adultos mais sociáveis e tranquilos.

Verifique se o seu filhote está com as vacinas e a proteção contra parasitas em dia antes de ter contato com outros cães. Pergunte ao veterinário sobre o momento mais seguro e adequado para o seu filhote começar a socializar com outros cães.

5. Transforme a ida ao veterinário em uma experiência positiva

Com tantos cheiros, animais e pessoas estranhas, uma visita ao veterinário pode ser estressante para o seu cachorro e para você. Preparativos importantes, como vacinas, vermífugos, prevenção de parasitas e microchipagem geralmente ocorrem durante a primeira consulta. Por isso, para limitar o estresse, tente fazer da ida ao veterinário algo divertido enquanto seu cachorro é filhote.

Finalmente, se você tiver dificuldades com o comportamento do seu filhote, pode precisar de um adestrador profissional. Peça conselhos ao veterinário sobre adestramento. Ele pode até recomendar um bom especialista perto de você.

Compartilhar